Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Diva do Sofá

Porque gostamos de ver filmes e séries, mas quer em casa, quer no cinema o importante é estarmos bem instalados.

Porque gostamos de ver filmes e séries sempre bem instalados.
Qua | 09.08.17

The Rains of Castamere (cover) - Juan "The Beast" Rodriguez

Helena R. Moisio

lamington.png

 Ora bem para é fan da Guerra dos Tronos sabe que a canção "The rains of Castamere" é uma espécie de hino dos Lannister e tanto a música como a letra são, de facto, muito bonitas. Também é do conhecimento geral que há imensas covers do tema e que, inclusive, o Serj Tankian (vocalista dos System of a Down), também cantou esta música num dos eventos da Guerra dos Tronos.

 

Como as vozes na minha cabeça têm estado a cantar isto desde que acordei, eu pensei que seria uma boa ideia partilhar esta música convosco mas estava meia indecisa quanto ao género que iria publicar já que, como sabem, as versões épicas da coisa são daquelas que arrepiam e as versões mais femininas faz parecer que estamos no meio da bosque da Branca de Neve a ouvir sininhos, fadinhas e criaturinhas a cantar. Vai daí que encontrei esta versão mais tradicional cantada por este rapaz que se chama Juan "The Beast" Rodriguez e devo dizer-vos que o moço tem uma voz fantástica e eu optei por publicar então a cover feita por ele. 

 

Espero que gostem. 

 

 

Ter | 08.08.17

Go Dany!!! ou gosto mesmo de dragões

Helena R. Moisio

Danythemotherofdragons.PNG

 Epá tinha de vir aqui dizer qualquer coisa acerca do episódio de ontem da Guerra dos Tronos, porque aquela emboscada ao exército Lannister foi épica. Só me faltou começar aos pulos no sofá... mas também foi só até o Bronn usar o scorpion para tentar acertar no Drogon, aí fiquei menos histérica e comecei a ver a vidinha a andar para trás. 

 

Tirando isso, fiquem a saber estou disponível para adoptar qualquer dragão abandonado que encontrarem por aí porque estes bichinhos - apesar de crescerem um bocado (nada que um hangar na TAP não resolva) - são adoráveis, mimosos, fazem imensa companhia e no inverno devem dar um jeitão. 

 

Dothraki&Drogon.PNG

 

 

 

Drogon3.PNG

 

 

Seg | 07.08.17

Do regresso de férias

Helena R. Moisio

Wolfie.jpg

 Pois é verdade, vou incorporar a famosa frase cliché aqui no post e dizer: "tudo o que é bom acaba depressa". Todavia, não exageremos. As férias foram boas sim, mas os últimos dias já estavam a ser dolorosos, não porque estavam a acabar mas porque pareciam intermináveis e eu já estava a ficar aborrecida.

Parecendo que não, muito tempo de férias aborrece... não que eu tivesse tido muito tempo de  férias, foram só 2 semanas, mas ainda assim os últimos dias foram uma espécie de tortura. 

 

Não sou daquelas pessoas que vai para o Algarve, normalmente vou para o Alentejo (interior, não Costa Vincentina e afins, que é quase a mesma coisa que ir para o Algarve), porque não gosto nem de hordas de turistas, nem de hordas de autócnes e o Alentejo sempre tem menos confusão. Por outro lado tem sol e calor a dar com um pau (como atesta a figura que abaixo anexo).

 

calor.jpg

 Felizmente, a casa tinha piscina e felizmente não havia restrições ao consumo de água (como havia em alguns concelhos limites), por isso tenho de admitir que fizémos uma boa utilização da mesma e houve tempo e espaço para tudo, desde concluir o desafio de leitura anual da Goodreads (portanto, os 12 livros do ano de 2017 já foram mas como ainda faltam mais cinco meses para acabar o ano, tenho de ir à procura de mais uns livros), e também tive oportunidade de ver mais umas séries de televisão (que vos falarei noutros posts). Não tive foi grande tempo para jogar, maneira que para compensar agarrei-me afincadamente aos meus bonequinhos neste fim de semana e bem que eu queria voar em Draenor e no Legion, mas a coisa 'tá dificil... e fica sempre pior quando vemos os "putos" todos a voarem por cima das nossas cabeças... os desgraçados... nem queiram saber as patifarias que lhes faria se fossem os "meus putos", ficava tudo de castigo e sem jogar até eu poder voar... ainda por cima agora estão de férias, têm mais tempo disponível os desgraçados.

Mas adiante, há coisas piores e o importante é que agora que estou de volta já posso escrever mais disparates sobre o que me apetecer.    

  

Pág. 3/3