Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Diva do Sofá

Porque a vida em tons de cor-de-rosa é tão gira que devíamos atropelá-la com um camião TIR.

A Diva do Sofá

Porque a vida em tons de cor-de-rosa é tão gira que devíamos atropelá-la com um camião TIR.

Stone Sour - Fabuless ou o momentinho musical da Diva

DDS_StoneSour_Blog.jpg

 Hoje é dia de Stone Sour e porquê? 

 

Porque nós gostamos muito Corey Taylor. Gostamos da criatura em si (porque achamos que tem um ar super fofinho e querido que dá vontade de dar dentadinhas) e porque adoramos a voz do rapaz. Para além de adorarmos a voz do rapaz, achamos que tem um talento e uma versatilidade absolutamente excepcional. É o vocalista dos Stone Sour e o vocalista dos Slipknot (banda cujo estilo musical que também nos agrada muito... na verdade, tudo o que tenha este moço tanto a cantar, como afónico, agrada-nos sobejamente).

 

Já sei que devem estar a perguntar-se porque razão estou a falar no plural mas, mesmo que não estejam eu respondo-vos; porque esta é uma daquelas situações em que desce a pomba gira e ficamos com mais do que uma personalidade. É que o moço tem mesmo um ar fofinho... quer dizer, não gosto muito do look no vídeo com aquele penteado todo lambido mas, também não se pode ter tudo e é o que se pode arranjar.

 

Bom, adiante fiquem lá com o vídeo.

 


Diva photo text1046322796.gif

Momentinho Cultural - O Choque de Civilizações - Samuel P. Huntington

Clash of Civil.jpg

 Para quem quiser perceber um pouco melhor a actualidade, este é um bom livro para ler e como tal aconselho-o vivamente.

 

A teoria de Huntington é a de que  as identidades culturais e religiosas dos povos serão a principal fonte de conflito no mundo pós-Guerra Fria e eu acho que ele dizia isto só para chatear o Fukuyama, que dizia que o mundo tinha chegado ao "fim da história" (ideia um tanto ou quanto repetitiva no seu livro "O Fim da História e o último Homem", devo dizer).

 

E aí, aparece o Huntington e diz: "Desculpe lá, caro colega,tenha atenção que ainda que as ideologias tendam a desvanescer-se, o mundo regressa ao seu estado normal que é o dos conflitos culturais". - Aaaah a Academia... eles dizem assim estas coisas em público que é para parecerem mais finos e educados, mas depois matam-se todos uns aos outros quando ninguém vê.

 

Seja como for, querem perceber um pouco melhor o que se passa no mundo? Leiam o Huntington e não precisam de ir a correr comprar o livro (que ainda é carote). A versão online é em inglês e está disponível em Open Source aqui.  

 

 

Diva photo text1046322796.gif

Das imagens claustrofóbicas

faustin-tuyambaze-135473_v2.jpg

 

 Estava aqui a olhar para esta fotografia que encontrei no Unsplash (do fotografo  Faustin Tuyambaze ), e estava cá a pensar de mim para comigo: "Mas que coisa tão claustrofóbica".

 

Eu olho para esta imagem e fico com falta de ar. 

 

Já imaginaram o que é estar no meio daquela gente toda? Onde é que fica o espaço pessoal? E se uma pessoa precisar de ir à casa-de-banho?... quer dizer só de fraldinhas... ou então não bebe líquidos que é para minimizar as probabilidades dessa ocorrência. 

 

Por outro lado, a fotografia também me fez lembrar do meu regresso a casa ontem ao fim da tarde em que, por azar, apanhei o desfile dos universitários na Avenida de Roma. É obvio que o trânsito ficou virado de pernas para o ar, mas o giro era ouvir os comentários dos cidadãos séniores no autocarro.

 

Na categoria dos mais ousados estavam umas senhoras, todas entusiasmadas, que diziam que era muito engraçado ver a alegria daqueles jovens. Dentro desta categoria existia ainda uma sub-categoria de nostálgicos, que também recordavam as suas experiências universitárias com saudades e a mesma alegria. Depois havia a categoria dos "Velhos-do-Restelo" que não estavam nada contentes com tal despropósito de manifestação e dentro desta categoria ainda haviam duas sub-categorias; a dos falsos-moralistas que diziam "Eu nunca fiz aquelas figuras e sempre me portei muito bem" e a dos cataclísmicos que diziam "Agora só faltava afogarem-se no Meco". 

 

Eu, que ia a ler o meu livrinho, ria-me a olhar para o iPad. O cortejo era o que era, só achei que era pequenito. O que me estava a divertir a sério eram os comentários alheios. 

 

 

 

Diva photo text1046322796.gif

Dos vilões que adoramos

DDS_blogue.jpg

 

 Na verdade, tinha pensado em escrever qualquer coisa sobre a cena das vacinas porque um amigo meu tinha publicado uma frase, no seu mural do facebook, engraçadíssima que dizia assim: "Instalei um anti-vírus no meu computador. Ficou autista."; mas depois cheguei a hoje e achei que a temática era tão aborrecida que pensei cá de mim para comigo, "Que se lixe. Vou antes falar dos nossos vilões de estimação".

 

Pessoalmente, não vejo estes nossos adorados vilões como némesis no sentido que lhe é atribuído actualmente de o "pior inimigo". Posso, eventualmente, vê-lo no sentido clássico do termo enquanto força encarregada de combater a húbris, como força que combate os excessos e neste sentido, vejo-os antes como alguém que tem uma perspectiva diferente e que porventura colide com a do protagonista. Não os vejo como personagens maniqueístas, vejo-os como personagens com um percurso próprio que os conduziu aquela situação.

 

Os Comics sempre exploraram este aspecto muito bem e por isso é impossível não sentir simpatia por vilões como, por exemplo, o Magneto ou o Loki (ambos do universo Marvel). É claro que depois quando a coisa passa para o cinema ou para as séries de televisão e nos apresentam um Loki com esta cara:

 

Loki_DDS.jpg

 Pois é claro que a malta simpatiza... e simpatiza muito diga-se. Na realidade, e apesar de gostar muito dos outros dois vilõezinhos lindos do Arrow e do The Flash, tenho de admitir que o Loki é o meu vilão favorito e coitadinho Tom Hiddleston que, provavelmente, terá imensas dificuldades livrar-se deste personagem (não me parece que a coisa no Kong lhe tenha corrido muito bem  e no Crimson Peak, a coisa também podia ter corrido melhor mas isto é apenas a minha opinião).

 

 

 

 

via GIPHY

 

 

Diva photo text1046322796.gif

Macacadas

Gorilla_PIC_DDS.jpg

 No outro dia andava a passear pelo Pinterest e encontrei esta fotografia que amei. Não consegui chegar até ao nome do fotografo, por isso não sei a quem é que pertence, mas está categorizada como "stock" por isso deve fazer parte daqueles grandes acervos de registos fotográficos tipo Shutterstock e assim. De qualquer forma, estou apaixonada por esta fotografia e pelas expressões dos gorilas.

 

Adoro animais, uns mais que outros é verdade, mas gosto muito de bichitos e prefiro-os vivos e no seu habitat natural. 

 

Diva photo text1046322796.gif

Pesquisar

 

Da mesma Autora

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

A Diva no Facebook


A Diva no Twitter

Bloglovin

Follow

Mensagens

Outros

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Divas que andam por aí

IP Address
Unique Hits