Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Diva do Sofá

Porque a vida em tons de cor-de-rosa é tão gira que devíamos atropelá-la com um camião TIR.

A Diva do Sofá

Porque a vida em tons de cor-de-rosa é tão gira que devíamos atropelá-la com um camião TIR.

3 Séries de televisão para ver neste Halloween e onde ver.

strangerthings_S2.jpg

 

1. Stranger Things

 

Já começou a segunda temporada e é mesmo uma daquelas séries que vale muito a pena acompanhar, de preferência devem optar pela Netflix, mas não sendo possível podem optar por esta via aqui (e atenção aos pop ups não se esqueçam de fechar as janelinhas). 

 

American-Horror-Story.jpg

 

2. American Horror Story

 

Já vai em 7 temporadas, conta com a prestação fabulosa da actriz Jessica Lange e tem o fofinho do Evan Peters que tem quase sempre um ar psicótico. Não sei em que canal é que actualmente pode ser visionado, também não sei se, por acaso, está na Netflix mas sei que está disponível aqui (que é um sitio tão bom como outro qualquer). 

 

penny-dreadful.jpg

 

3. Penny Dreadful

 

É uma série passada na Inglaterra do séc. XIX que interliga diversos personagens famosos dos romances de terror da época, como o Frankenstein, o Dorian Gray, o Dracula de Bram Stoker, ou o Van Helsing. É uma série bastante engraçada que conta com as prestações da actriz Eva Green e dos actores Josh Hartnett e Timothy Dalton, entre outros. Actualmente creio que não está a ser transmitida em lado nenhum, por isso também podem ver aqui.

Da banda sonora do filme Atomic Blonde

DDS01.PNG

 Este fim de semana deparei-me com a banda sonora do filme Atomic Blonde, que é passado em Berlim na década de 80 durante a Guerra Fria e conta com o desempenho da Charlize Theron e do James McAvoy. Se, forem como eu e, este filme vos tiver passado um bocado ao lado aproveitem para ver agora (onde conseguirem arranjar), porque apesar deste filme ter só uma classificação de 7.0 na IMDB está bastante giro, é muito movimentado e tem uma banda sonora bastante adequada à época.

 

Uma das canções que faz parte desta banda sonora é de 1983 e é a  99 Luftballons da Nena. Desta banda sonora fazem parte outras canções como Personal Jesus (Depeche Mode), Killer Queen (Queen), Under Pressure (David Bowie e Queen), Blue Monday (New Order), Major Tom (Peter Schilling), Just Like Heaven (The Cure), Hungry like the Wolf (Duran Duran), o London calling (The Clash) ou o Poison (Alice Cooper).

 

Por isso se querem viajar até aos sons da europa da década 80 este filme é uma boa opção. Hoje deixo-vos o 99 Luftballons porque já não a ouvia, provavelmente, desde mil novecentos e troca o passo e ainda me lembro da Nena nas capas da revista Bravo (que na altura só havia em alemão). 

 

Sobre Florença - Itália

IMG_20170920_155246_small.jpg

 Passadas 2 semanas sobre a minha viagem a Florença, já me sinto em condições de falar sobre esta cidade italiana e então é assim... a minha opinião não é a mesma que todas as outras pessoas têm sobre esta cidade.

 

A grande maioria das pessoas acha que Florença é uma cidade fantástica e lindíssima, superando mesma a beleza histórica de Roma. Pois eu acho exactamente o contrário. Não é uma cidade lindíssima, não é uma cidade fantástica. É uma cidade claustrofóbica, em obras, um bocadinho suja e cheia de pó, com um transito caótico e com carradas de turistas por todo o lado.

 

É praticamente impossível andar na rua sem andar aos encontrões aos ditos cujos e aos respectivos trolleys. Acresce a isto o facto do estacionamento ser tão selvagem como em Lisboa, senão pior e os passeios (sítio que normalmente é utilizado pelos peões) serem demasiado estreitos para acumular, carros, autócnes, turistas e malta que não pode fugir porque está em trabalho. 

 

Na verdade, qualquer pessoa que por ali ande vê-se confrontada em ter de partilhar a estrada com carros, autocarros, bicicletas, motos e camionetas de cargas e descargas. O táxis chegam ao ponto de ter sensores que apitam e avisam as pessoas que atrás delas está um carro. 

 

Portanto, quando me perguntam se gostei da experiência a resposta é não. Achei horrível. 

 

A Ponte Vecchio não sei como é que ainda está de pé. São toneladas e toneladas de malta turistando que diariamente passa por aquela ponte e a juntar a isto ainda tem as lojas e ourivesarias que lá estão, mais os autócnes que lá moram. Relativamente à lojas, espero sinceramente que os empregados recebam um subsídio de risco, porque trabalhar ali é de facto um risco. Quanto à malta que lá mora, bem... espero que a bravura destes autócnes esteja acompanhada de um seguro multi-riscos bem chorudo. 

 

De qualquer forma, Florença não deixa de ser uma cidade renascentista que tem monumentos muito bonitos e que devem ser visitados (se conseguirem manobrar por entre a horda de turistas).

 

IMG_20170920_162556_small.jpg

 A Galeria Uffizi (ou a Galeria dos Ofícios) é um museu absolutamente excepcional para quem ama a arte em geral e a arte do renascimento em particular (e deixam tirar fotografias desde que não se use o flash). Pessoalmente, adorei esta galeria é fabulosa. 

 

Todavia, aquilo que considerei o melhor de Florença foi esta loja:

 

IMG_20170923_104736_small.jpg

 A loja das máscaras que se chama Alice Atelier.

 

É uma lojinha pequeninha, que quase passa despercebida na Via Faenza. Quase... mas a mim não me passou despercebida porque se há coisa que adoro são máscaras venezianas. A loja pertence ao Prof. Agostino Dessi e à sua filha, Alice (e o senhor veste-se mesmo assim na loja, é super engraçado e simpático mas não fala muito inglês). Logo à entrada da loja tem de se passar por cima de uma tábua, com um buraco no meio em formato de coração e que é preciso alguma atenção para não nos espalharmos. Assim que passamos por cima da tábua, sai detrás do balcão uma fera com um sininho na coleira para nos cumprimentar. Era um Yorkshire terrier formato mini e o buraco em formato de coração é, na verdade, uma janelita para o cãozito ver as pessoas a passar na rua. Basicamente aquilo que fazem  na loja são máscaras. E máscaras absolutamente lindíssimas, com a marca da oficina. 

 

Estas máscaras não são baratas, mas também é verdade que as há para todas as bolsas. 

 

IMG_20170924_190333_Small.jpg

 Eu comprei esta, porque sim. Tinha de ser. Simplesmente não era possivel estar ali, numa loja daquelas com tanta coisa linda para onde olhar e não levar nada.

 

Por isso é assim; se forem a Florença e gostarem muito de máscaras passem pelo Atelier da Alice porque é simplesmente deslumbrante. De repente, parece que estão na oficina do Gepeto e é lindo. 

 

A cidade não me deixou grande impressão, agora esta loja... opá esta loja, sim. 

 

Pág. 1/2

Pesquisar

 

Da mesma Autora

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

A Diva no Facebook


A Diva no Twitter

Bloglovin

Follow

Mensagens

Outros

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Divas que andam por aí

IP Address
Unique Hits